Home / Equipas Nacionais / Residência Universitária

Residência Universitária

 

O projeto da Residência Universitária da FPCanoagem remonta a 2008, quando a Autarquia de Montemor-o-Velho em conjunto com a Universidade de Coimbra assinaram um protocolo com esta Federação, inovador no desporto nacional, criando assim um local para estágio permanente dos atletas desta modalidade e da especialidade de velocidade, enquanto estudantes universitários e pré-universitários.

Desde essa data passaram já por esta residência dezenas de atletas, muitos deles hoje atletas de top Europeu e Mundial na nossa modalidade. Exemplos do sucesso deste projeto são Joana Vasconcelos, Campeã do Mundo Júnior em 2009, entre muitos outros. 

Na época 2016-2017 estão integrados neste projeto um total de 10 atletas, todos eles estudantes na região de Coimbra.

A residência Universitária é ainda utilizada para alojamento e concentração de outros atletas das equipas Nacionais de Velocidade em periodo de estágio e ainda por outras equipas Nacionais da modalidade pontualmente.

Candidaturas 2017-2018

Ficha Inscrição aqui


Informam-se todos os associados que estão abertas as candidaturas para a Residência Universitária de Montemor-o-Velho (RUMV).

Os atletas interessados e que possuam currículo para tal, de acordo com Regulamento Específico da RUMV, podem submeter a sua candidatura a partir do dia de hoje, 02 de Agosto de 2017.

Devido à data prevista para início do ano letivo, o prazo para aceitação das candidaturas termina a 31 de Agosto de 2017.

A RUMV tem como objetivo promover o acesso a condições de alojamento que propiciem um ambiente adequado ao processo de Treino de Atletas de Alto Rendimento da modalidade de Canoagem. Destina-se a canoístas, dentro dos critérios definidos neste Regulamento, Federados na FPC e estudantes do 3º ciclo da Escola Secundária de Montemor-o-Velho e/ou Estudantes da Universidade de Coimbra / Politécnico de Coimbra, que se encontrem deslocados da sua residência habitual.


Critérios de acesso (Artigo 10º do regulamento)

  1. a)      Estar Integrado no Projeto Olímpico em Curso
  2. b)      Estar Integrado no Projeto Esperanças Olímpicas
  3. c)      Ser atleta com Estatuto de Alto Rendimento (Juniores e Seniores)
  4. d)      Atletas que ainda não conseguiram alcançar o regime de alta competição mas tenham estado na última época desportiva envolvidos em trabalhos das seleções nacionais, em projetos especiais de preparação e/ou pré-selecionados para a Representação Nacional em eventos de expressão internacional, designadamente Campeonatos da Europa e do Mundo;
  5. e)      Atletas designados como Jovens Talentos, ou seja, atletas que sejam sinalizados pela equipa técnica nacional por revelem particulares condições desportivas, que possuam níveis de desempenho e de rendimento excecionais no escalão etário a que pertencem; mas que estejam sujeitos a limitações inerentes às condições de treino ou de enquadramento técnico no clube de origem ou a limitações relacionadas com os recursos financeiros da sua família
  6. f)      O aproveitamento escolar

 

Os candidatos com aproveitamento escolar e desportivo no ano anterior, terão prioridade sobre os outros candidatos nas mesmas condições de candidatura.

Não serão aceites candidatos com antecedentes disciplinares graves, ou que tendo estado anteriormente integrados, tenham revelado manifesta falta de empenho, e consequentemente tenham ficado aquém dos resultados desportivos esperados.

ATLETAS EM DESTAQUE
 
VER MAIS
DOCUMENTOS
 
PATROCINADOR PRINCIPAL
 
Jogos Santa Casa
PATROCINADORES