O Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho recebeu nos dias mais quentes deste ano, no passado fim de semana a segunda e derradeira prova do Campeonato Nacional de Regatas em Linha, destinada aos atletas dos escalões Júnior, Sénior, Veterano e paracanoagem. Aqui  realizaram-se 186 regatas ao longo de dois dias, sendo que no total este campeonato, contando com a primeira etapa dedicada aos escalões dos mais jovens, realizado no fim de semana anterior, contou com a realização de cerca 377 regatas com a maior participação de sempre com mais de 1500 atletas em competição.

 

O Sábado foi reservado às eliminatórias e semifinais e num total de 129 regatas onde os atletas se foram apurando para as respetivas finais.

 

No domingo pelas 09H00 deu-se o início às tão aguardadas finais. Num total de 15 finais B e 42 finais A, foram-se conhecendo os campeões deste ano nas diferentes categorias e escalões. 

 

Nos seniores destaque para Fernando Pimenta que pela oitava vez consecutiva revalida o seu título nos 1000m, com a repetição de pódio nesta regata e onde apenas 2 segundos  e 725 milésimos marcaram a diferença entre os olímpicos João Ribeiro e Emanuel Silva, que cortaram para a prata e bronze respetivamente.

 

Ainda na distância olímpica de K1 200m no escalão sénior masculino, Hugo Rocha (CNMarecos) a sagrar-se tri-campeão nacional ficando à semelhança do ano passado com um avanço em relação ao atleta do (SLB), João Ribeiro, desta vez pela vantagem de 120milésimos.

 

Em K1 Seniores Feminino a sagrar-se bicampeã,  na distância dos 500m, Teresa Portela do Benfica que este ano optou por não competir na distância olímpica dos 200m, tendo o título da distância mais curta sido atribuído à sua colega de equipa Joana Vasconcelos. Ambas as provas foram disputadíssimas ficando a atleta do Sporting, Francisca Laia com o título de vice-campeã nas duas distâncias. Em terceiro e a estrear-se nos pódios de seniores ficou a atleta do Clube do Mar Costa do Sol, Sara Sotero.

 

As duplas do Benfica garantiram ainda a vitória nas regatas de kayaks bilugares, tanto no masculino como no feminino, com as equipas de Fernando Pimenta com João Ribeiro e Teresa Portela com Joana Vasconcelos a liderarem nos respetivos pódios. A equipa do Sporting de Emanuel Silva e David Varela ficaram nesta edição com a prata sagrando-se vice-campeões. Nos femininos as atletas de Ponte de Lima, Joana Marinho de Sousa e Rita Fernandes também cortaram em segundo ficando a 12 segundos e 610 milésimos das vencedoras. 

 

A competição que definia os lugares do pódio da regata 168, elevou os ânimos do público presente, com a embarcação do Sporting, o K4 liderado pelo olímpico Emanuel Silva,  Artur Pereira, David Varela e Kevin Santos a garantir o ouro nesta edição.

No feminino, a quadrupla vencedora foi a equipa do (CNMarecos) tripulada por Márcia Aldeias, Bruna Correia, Ana Castro e Cátia Freitas.

Nas canoas monolugares,na distância de 1000m vitória para Marco Apura, do Crestuma a vencer por 285 milésimos de vantagem em relação ao segundo classificado de Mértola, Bruno Afonso, tendo Fábio Lopes do ARCORibeira cortado nesta edição em terceiro.

 

Destaque para as tripulações do Ponte de Lima que nas canoas de seniores levaram a melhor em todas as categorias, sendo que na distância de 1000m em C2 e C4. Tripuladas por Rui Lacerda e Ricardo Rodrigues Coelho na embarcação bilugar, que seguiram igualmente na embarcação quadrupla, junto dos campeões do Mundo, Nuno Barros e João Amorim, acabando por conquistar assim dois títulos nacionais. No feminino, o clube náutico de ponte de Lima ainda acabaria por vencer com as suas atletas. Na prova individual de C1 foi  Beatriz Barros a levar a melhor, enquanto na embarcação dupla garantia o ouro com Rita Nascimento. Ainda a garantir pódios à equipa limiana estiveram os atletas de juniores, com Leonardo Vicente a vencer em C1 Júnior e em conjunto com Luis Varajão garantia o ouro na C2 deste escalão.

 

O C4  de juniores cortou a meta desmarcadíssimo tendo o título sido atribuído à tripulação composta por Marco Oliveira, Miguel Carabana, Rui da Cunha e Gonçalo Teixeira Gomes atletas do CNPrado.

 

No C2 júnior feminino 500m, Ana Aidos Rodrigues  e Cláudia Araújo do IDECacia sagraram-se grandes vencedoras, enquanto Márcia Faria de CNPrado, marcava pela diferença na prova de canoas monolugares dos 200m.

 

Nos Juniores de K1 1000m e a estrear o seu título como júnior, Bernardo Santos do Amora que no ano passado  foi vice-campeão, garantindo este ano o tal almejado ouro. A prova em K2 júnior da mesma distância também foi vencida pelos atletas de Amora, onde Bernardo fez dupla com Tiago Henriques.  Já nos 200m, a estrear-se no lugar numero um do pódio esteve o atleta dos Castores do Arade, (KCCArade) Tomás dos Santos que este ano também escalou de Vice para Campeão nacional.  

 

As provas de juniores femininos de kayaks foram vencidas pelas atletas do ACRSGuedes, tendo Maria Rei feito parte de todas as tripulações, e após o rescaldo de sua participação recente do Mundial de Juniores onde se sagrou Campeã do Mundo em K1 1000m, conseguiu neste nacional o feito de conseguir 4 títulos no total, sendo que dois deles nas provas individuais dos 500m e 200m.

A regata 153 correspondia ao K4 de juniores masculinos. Aqui a levarem a melhor, a equipa de algarvios de Lagoa, com os atletas Iago Bebiano, Tomás Paulo dos Santos, Mário Cabede e Gonçalo Clímaco Bento dos (KCCArade) a brilharem com ouro.

 

Destaque ainda para a presença da paracanoagem que neste campeonato com uma participação de uma nova categoria alargando-se a quatro distintas, sagraram-se campeões nacionais Norberto Mourão do SCPortugal em KL2, Francisco Cruz do CNBarquinhense em KL3, Floriano Jesus CIMontemor em KL1 e a inaugurar o KS1 esteve o atleta do Viana Garças Clube, Octávio Cerqueira.

 

Nos veteranos A destaque para os vencedores das 6 regatas, com o Naútico de Ponte de Lima a obter dois títulos, um no K4 Vet A  500m com Filipe Pereira, Pedro Fernandes dos Santos, Bruno Vieira Cerqueira e Hilário Lemos que por sua vez acabaria por levar a melhor em K1 Vet A 1000m.

 

IDECacia a vencer com Hugo Castanho nas C1 Vet A dos 1000m enquanto nos kayaks de  duplas masculinas, ARCORibeira a conseguir cortar a meta em primeiro lugar com os seus atletas: Pedro Filipe de Carvalho e André Santos.

 

Nas provas femininas deste escalão, foram atletas vindas do Alentejo a conseguir os títulos. Em K1 Vet A, de Odemira , Maria Amador a vencer enquanto na embarcação dupla, também do concelho de Odemira, mas do CNLAlentejano, Dina Caiado e Ana Ramos a sublinhar o primeiro lugar. 

 

Coletivamente o título nacional de clubes na disciplina de Regatas em Linha foi para o Náutico de Ponte der Lima que venceu no acumulado das duas provas e totalizou 3968 pontos, seguido pelo Prado com 3100 ficando a terceira posição ocupada pelo Gemeses com 1584 pontos que no ano passado acabaria por ficar em quarto lugar.

 

O próximo grande evento da disciplina de velocidade, tem data marcada entre os dias 14 e 16 com a realização, no mesmo local em Montemor o velho, das provas dos masters do Mundial de velocidade, cerca de uma semana antes de arrancar a 23 de Agosto o Mundial de Velocidade com a presença de cerca de 70 Países e mais de 1500 atletas de todo o Mundo.