Vizela vai ser, este ano, palco das grandes decisões do slalom português, fruto da realização do Campeonato Nacional, nos dias 30 e 31 de março, e da Taça de Portugal, em novembro. O Campeonato Nacional de Esperanças 2019 também vai ter o Rio Vizela como cenário em outubro. Inserida na Festa da Juventude de Vizela, uma prova de exibição de dual slalom noturna também vai ter lugar este ano. 

Pela primeira vez de visita a Vizela, Vítor Félix recordou que o Campeonato Nacional fará a seleção dos portugueses que marcarão presença no Campeonato do Mundo de Slalom, que decorrerá entre 24 e 29 de setembro, em La Seu d’Urgell (Espanha). O Mundial ditará o apuramento para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020. 

«Vizela será o berço dos atletas que irão disputar o apuramento olímpico, este ano, em Espanha», expressou, numa conferência de imprensa realizada junto às margens do Rio Vizela, o presidente da Federação Portuguesa de Canoagem, durante a apresentação das provas de uma das duas - a outra é a velocidade - disciplinas olímpicas da canoagem. 

Após destacar o trabalho da AMAS (Associação de Mergulho e Atividades Subaquáticas) Vizela, que, com «um passado muito recente na nossa modalidade, já é um dos grandes clubes nacionais», Vítor Félix depositou «confiança» no clube para «acolher três grandes eventos a nível nacional». 

Na apresentação das provas do calendário nacional, que antecedeu a visita a parte do percurso, o presidente da Federação Portuguesa de Canoagem elogiou as potencialidades do Rio Vizela, deixando o desafio à Câmara Municipal para a construção de uma pista de slalom. «Podemos iniciar conversações para avaliar se temos aqui condições para construir a tão desejada pista de slalom, que seria a primeira em Portugal», afirmou.

O Presidente da Câmara Municipal de Vizela, Victor Hugo Salgado elogiou o trabalho levado a cabo pela AMAS Vizela, por ser uma instituição parceira no campo desportivo, mas também numa das «mais duras batalhas do concelho, que é a despoluição do Rio Vizela». A apresentação de várias provas de canoagem vem, segundo o autarca, ao encontro da «estratégia do ponto de vista desportivo» definida para o concelho. 

«A canoagem não está na nossa essência, mas está o rio. Apesar de não estar na nossa essência, o AMAS e os vizelenses vão provar que esta parceria vai dar rapidamente provas e será, sem dúvida, uma aposta com sucesso, que terá o devido retorno», registou o autarca, antes de «demonstrar total abertura da Câmara Municipal para criar condições para, num futuro próximo, ter a capacidade de ter uma pista que seja uma referência não só nacional, mas internacional». 

Presidente da AMAS Vizela, Ivo Ferreira realçou «o desafio, que será esta temporada» para o clube, que participará na organização de «provas importantes a nível desportivo, mas também para o Rio Vizela e a sua zona envolvente», desejando que sejam «uma mais valia para Vizela». Membro da equipa técnica de slalom da Federação Portuguesa de Canoagem, Manuel Freiria confirmou que «Vizela está a ser uma boa surpresa», destacando o «grande trabalho na formação» desenvolvido pela AMAS.