Os lugares do pódio do 25.º Slalom Internacional de Fridão foram ocupados por canoístas do Águas Bravas Clube, Darque Kayak Clube e Aventura Marão Clube. A prova, disputada no concelho de Amarante, assumiu-se como mais uma excelente jornada de promoção da disciplina de slalom, que, este ano, volta a entrar na rota olímpica com o apuramento para Tóquio 2020 a ser discutido no Campeonato do Mundo, marcado para La Seu d’Urgell (Espanha), entre 24 e 29 de setembro.

No K1 Masculino, Alexandre Magalhães (Águas Bravas Clube) venceu a prova, com os colegas de equipa, Roberto Ribeiro e João Monteiro da Cunha, a terminarem na 2.ª e 3.ª posição, respetivamente. O Darque Kayak Clube dominou o K1 Feminino e colocou três canoístas nos lugares do pódio. Mara Gomes venceu, Rafaela Araújo foi 2.ª classificada e Valéria Araújo assegurou o 3.º posto.

Adriano Ribeiro (Aventura Marão Clube) triunfou no C1 Masculino, prova em que Roberto Ribeiro (Águas Bravas Clube) alcançou o 2.º lugar, tendo o 3.º posto sido ocupado por Eduardo Teixeira (FPC). No C1 Feminino, o Darque Kayak Clube voltou a dominar, com o apelido Araújo a garantir os três lugares do pódio: 1.ª Rafaela, 2.ª Helena e 3.ª Valéria. No que diz respeito aos Abridores, Simão César e Tomás Pinto Machado, ambos do Aventura Marão Clube, conquistaram, por esta ordem, os dois primeiros lugares. 

Organizada pela Federação Portuguesa de Canoagem, pela Associação de Canoagem do Norte de Portugal e pelo Águas Bravas Clube, de Amarante, a competição integrou um percurso de 200 metros na Pista das Fontainhas, com corrente e com obstáculos naturais e portas. O 25.º Slalom Internacional de Fridão contou com a participação de cerca de meia centena de atletas, oriundos dos clubes já mencionados anteriormente, além do Clube Náutico Barquinhense e da Associação de Mergulho e Actividades Subaquáticas (AMAS) de Vizela.

Todos os resultados podem ser consultados em fpcanoagem.pt