O presidente da mesa da Assembleia Geral da Federação Portuguesa de Canoagem, António José Ferreira Sousa Santos, convocou para o próximo dia 23 de março duas Assembleias Gerais da Federação portuguesa de canoagem dando cumprimento aos artigos 21º, 37º e 41º dos estatutos. As mesmas decorrerão no centro Náutico Eng. Edgar Cardoso em Vila Nova de Gaia.

Entre as 14 e as 15 horas será realizada a Assembleia Geral de eleição dos delegados com direito a voto no ano 2019, representantes dos atletas, treinadores e árbitiros. Segue-se a Assembleia Geral de apresentação, discussão e aprovação do relatório e contas 2018 da Federação Portuguesa de Canoagem pelas 15:00 horas.

De acordo com o estabelecido nos estatutos a Assembleia Geral é composta por 100 votos, com as seguintes regras:
Cada delegado, cuja idade não pode ser inferior a 18 anos, pode representar apenas uma única entidade
Cada delegado tem direito a um voto.
Os delegados, no pleno gozo dos seus direitos e nas condições de representatividade adiante previstas, compõem a Assembleia Geral como segue:
Os Clubes terão direito a 63 delegados.
Os treinadores terão direito a nomear 8 delegados
Os Árbitros terão direito a nomear 8 delegados;
Os Praticantes terão o direito a nomear 15 delegados.
As Associações Territoriais de Clubes terão direito a 6 delegados.

O processo de candidatura a delegado está aberto até ao próximo dia 15 e deve ser entregue na Federação Portuguesa de canoagem em formulário próprio, disponível em fpcanoagem.pt na área A Federação|Assembleia Geral.

No dia 18 de Março serão divulgados os agentes candidatos e inicia-se o periodo de votação por correspondência, até dia 22. No dia 23 a votação será presencial durante a Assembleia geral.