“Avaliar o passado e preparar o futuro” é o tema associado ao Congresso Canoagem 2030, que se realiza em Aveiro, no Centro de Congressos, no dia 23 de novembro, sábado, a partir das 10h00. Um evento promovido pela Federação Portuguesa de Canoagem, que conta com as parcerias da Câmara Municipal de Aveiro, do Instituto Português do Desporto e Juventude e dos Jogos Santa Casa.

Intregrado nas comemorações dos 40 anos da Federação Portuguesa de Canoagem, este encontro pretende assumir-se como um proveitoso debate de ideias, que possa contribuir para um crescimento ainda maior e mais sustentado de uma modalidade que, nos últimos anos, tem contribuído, de forma constante e meritória, para elevar além-fronteiras o nome de Portugal.

Conhecida pela sua ligação à agua, elemento indispensável para a prática da Canoagem, com os Canais da Ria a assumirem-se como activos mobilizadores do turismo e da prática desportiva na Região Centro, o município de Aveiro apresentou-se, desde a primeira hora e de forma extraordinária, como um parceiro fundamental para o sucesso do Congresso Canoagem 2030.

Apesar dos extraordinários feitos desportivos e organizativos alcançados ao fim de apenas 40 anos, tanto a nível nacional, como internacional, a Federação Portuguesa de Canoagem olha com ambição para o futuro. Sem descurar a importância do que já foi conquistado, a verdade é que o que ainda está para vir merece uma reflexão profunda, nomeadamente os próximos 10 anos.

Entendeu, por isso, a Federação Portuguesa de Canoagem avançar com a organização do Congresso Canoagem 2030, reunindo a família da Canoagem, com o objetivo de todos e cada um darem o seu contributo. Identificar as ameaças e as oportunidades e projetar, em conjunto, uma estratégia que permita continuar a crescer de forma sustentada ao longo da próxima década são alguns dos objetivos.

Dividido em duas partes, o Congresso Canoagem 2030 contará, numa primeira fase, entre as 10h00 e as 16h00, com a presença de representantes de outras Federações e de instituições de referência, que partilharão e debaterão as suas experiências e visões relativamente à sustentabilidade das organizações desportivas e à massificação da prática desportiva na Canoagem, dois aspetos que a Federação Portuguesa de Canoagem entende serem fundamentais analisar.

Num segundo momento, mais intimista e informal, serão realizados, em simultâneo, dois workshops destinados a acolher ideias e propostas dos participantes sobre as alterações regulamentares e o quadro competitivo nacional. De referir que este congresso é acreditado pelo Instituto Português do Desporto e Juventude, no âmbito da formação contínua de treinadores, com 1UC da componente geral, e é aberto à participação de treinadores de todas as modalidades.

Importa sublinhar, também, a vertente prática associada à realização do Congresso Canoagem 2030. Consciente da importância do “praticar para saber o que é”, a Federação Portuguesa de Canoagem, no âmbito do programa “+Canoagem”, leva a efeito, nos Canais de Aveiro, uma jornada de demonstração da modalidade, com o propósito de cativar praticantes.

Como tal, nos dias 21 e 22 de novembro, quinta e sexta-feira, os alunos da Escola Secundária Dr. Mário Sacramento e da Escola Secundária José Estêvão, ambas de Aveiro, vão ter a oportunidade de usufruir de atividades desportivas de contato com a Canoagem. No sábado, dia 23 de novembro, o programa inclui, além das referidas atividades, uma aula aberta de Canoagem dirigida a toda a comunidade, que vai contar com a presença e o apoio de quatro clubes do distrito de Aveiro: Sporting Clube de Aveiro, Agrupamento de Escolas de Vagos, Instituto para o Desenvolvimento e Estudos de Cacia e Clube Natureza e Aventura de Ílhavo.