A Federação Portuguesa de canoagem, em parceira com o Município de Arouca e com o Clube do Paiva, realizou no passado fim de semana e no âmbito do Arouca Rafting Summit 2020, a taça de Portugal de Rafting no rio Paiva.

A prova, que foi composta por uma competição de sprint e uma de head to head, que veio a decidir qual a melhor equipa em prova, de um total de 15 embarcações presentes e mais de meia centena de atletas e praticantes desta disciplina.

Depois do contra relógio da manhã(sprint), com a equipa principal do Águas Bravas Clubes a obter a qualificação direta para os quartos de final da prova, ao terminar no primeiro lugar com o tempo de 1m37s, iniciou-se a prova Head to head com a presença de 14 embarcações que disputaram um lugar nos quartos de final. Destaque para a Equipa do clube do Paiva, que venceu a sua manga contra uma embarcação do Ribadouro e obteve mesmo o melhor tempo de prova desta fase com 5m52s.
Seguiram-se as repescagens para apurar o último lugar nos quartos de final, com um esforço suplementar da equipa "Paivinho" que disputou 2 mangas de apuramento para um head to head com a equipa da Lusorafting, que tinha vencido a primeira fase da prova mas com o pior tempo. No final a lusorafting acabaria por levar a melhor e se apurar para os quartos de final da prova, onde competiu entre as melhores 8 embarcações em competição.
Apuraram-se para os quartos de final, duas equipas do Águas bravas clube, o Saavedraguedes,o Clube do Paiva, o aventura Marão Clube, a equipa 1,2,3,4, os No name e ainda a lusorafting.

Por motivos de horário e devido aos atrasos decorridos nas mangas da manhã, a organização foi obrigada a alterar o sistema de progressão dos quartos de final, de uma prova head to head para um apuramento por tempo das melhores embarcações, para disputa dos terceiro e quarto e do primeiro e segundo lugares na competição.

O clube do Paiva, competiu lado a lado com o Aventura Marão Clube, tendo os últimos se apresentado com melhores condições físicas tendo batido a equipa da casa por 9 segundos, fechando assim o pódio da prova.

Na disputa pelo primeiro e segundo lugar encontraram-se o Águas Bravas Clube e a surpreendente embarcação do SaavedraGuedes, que por curiosidade era composta por 3 atletas masculinos e uma atleta feminina(a única mulher no pódio). A experiente embarcação do Águas Bravas Clube neste tipo de percurso, levou a melhor e venceu o último head to head do dia, já perto das 17:00 horas, com o melhor tempo do dia no percurso, 5 minutos e 18 segundos.

Estas iniciativa junto pela primeira vez nos últimos anos, atletas da vertente de competição da modalidade, com praticantes de lazer e da disciplina de rafting, no âmbito do objetivo da Federação Portuguesa de Canoagem em aproximar estes praticantes da Federação.

Os resultados completos da Taça de Portugal de Raftinf podem ser encontrados em fpcanoagem.pt