Fernando Pimenta e Joana Vasconcelos conquistaram mais dois medalhas de ouro para Portugal na Taça do Mundo de Velocidade e Paracanoagem, que terminou este domingo (27 de setembro), em Szeged. A Seleção Nacional conseguiu, na Hungria, o pleno, uma vez que os atletas subiram ao pódio em todas as provas em que participaram, naquela que foi, devido à Covid-19, a única competição internacional de velocidade de 2020.

Depois da conquista da medalha de bronze na prova de K1 200 metros, no sábado (26 de setembro), Joana Vasconcelos partia otimista para a final deste domingo. Sempre segura do seu valor, a canoísta portuguesa, com uma prova exemplar, chegou na frente da distância olímpica de K1 500 metros, conquistando a medalha de ouro, com o tempo de 1.54.03 minutos. A espanhola Isabel Contreras (1.54.08 minutos) subiu ao 2.º lugar do pódio, com a belga Hermien Peters (1.54.27 minutos) a terminar no 3.º posto.

Na Hungria, Fernando Pimenta conseguiu a segunda medalha de ouro em três dias de competição. Depois de ter assegurado o ouro na prova de K1 1.000 metros e a prata em K1 500 metros, o canoísta da Seleção Nacional, campeão do Mundo de K1 1.000 metros e de K1 5.000 metros, em 2018, em Montemor-o-Velho, impôs-se à concorrência e subiu ao lugar mais alto do pódio da prova de K1 5.000 metros, conquistando, desta forma, a 100.ª medalha em provas internacionais.

Na pista de Szeged, Fernando Pimenta regressou aos resultados de excelência em competições além-fronteiras, depois de um interregno causado pela Covid-19. Na prova de cinco quilómetros, o atleta luso acabou na frente com o tempo de 20.03.89 minutos. O húngaro Balint Noe foi 2.º classificado, com a marca de 20.04.59 minutos, com o também húngaro Kornel Beke a subir ao 3.º lugar do pódio, com o registo de 20.12.02 minutos.

Na única prova internacional de velocidade de 2020, Portugal alcançou medalhas em todas as provas em que participou, revelando, em Szeged, a excelência do trabalho realizado mesmo em condições extremamente difíceis como as enfrentadas no presente ano. Ao ouro de Fernando Pimenta em K1 1.000 metros e em K1 5.000 metros e da prata em K1 500 metros, há a juntar o ouro de Joana Vasconcelos na prova de K1 500 metros e o bronze na competição de K1 200 metros.

Na Paracanoagem, Norberto Mourão, que, em 2019, conquistou a vaga para Portugal em VL2 200 metros para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, entretanto adiados para 2021, voltou a ser feliz em Szeged. Na Hungria, o paracanoísta português foi 2.º classificado na prova de VL2 200 metros na Taça do Mundo, além de ter terminado a prova-teste de VL2 500 metros na 3.ª posição. Resultados que merecem um obrigado de todos os portugueses.

 

Atletas portugueses

Sexta-feira, dia 25 de setembro ( horas locais)
Race 3 - VL2 200m - FINAL A - Norberto Mourão - MEDALHA DE PRATA

Race 14 - K1 200m Feminino - heat 4 - Joana Vasconcelos -2º lugar,apurada Semi-final

Race 17 - K1 1000m - Heat 1 - Fernando Pimenta - 1º lugar apurado Final A

Race 35 - K1 500m - Heat 1 - Fernando Pimenta - 1º lugar, apurado Semi-final

Race 53 - K1 500m Feminino - heat 1 - Joana Vasconcelos - 1º Lugar, apurada Semi-final


Race 57 - k1 500m - SF1 - Fernando Pimenta - 2º lugar, apurado FINAL A
1-3 to Final A 4-6 to Final B rest Out

Sábado, dia 26 de setembro ( horas locais)

Race 72  - K1 200m - SF2 - Joana Vasconcelos - 2º lugar, apurada FINAL A

Race 94 - K1 200m - FINAL A - Joana Vasconcelos - MEDALHA DE BRONZE

Race 97 - 12:03 - K1 1000m - FINAL A - Fernando Pimenta - MEDALHA OURO

Race 104 - 13:24 - K1 500m FINAL A - Fernando Pimenta - MEDALHA DE PRATA

Race 108 - 14:48 - k1 500m Feminino - SF 3 - Joana Vasconcelos - 1º Lugar, apurada FINAL A

 

Domingo, dia 27 de setembro (horas locais)

Race 138 - 10:42 - K1 500m Feminino - FINAL A - Joana Vasconcelos - MEDALHA DE OURO

Race 153 - 16:05 - K1 5000m - Fernando Pimenta - Start List