Portugal vai estar representado por duas equipas no Campeonato da Europa de Kayak-Polo, que vai realizar-se entre os dias 4 e 10 de outubro, em Catania. Em Itália, a Seleção Nacional vai competir nos escalões de Seniores Masculinos e de Sub-21 Masculinos, com um total de 14 atletas.

Treinada por João Ribeiro, a Seleção Nacional Sénior inclui três atletas do Clube Fluvial de Coimbra (Sérgio Bento, Pedro Assunção e Vítor Assunção), três do Clube Kayak-Polo da Barra (Afonso Ramos, Guilherme Rolin e Tiago Rolin) e um da Associação Náutica do Seixal (Pedro Mestre). Itália, França e Lituânia são os países que integram o grupo de Portugal.

A Equipa de Sub 21, treinada por Guilherme Bispo, “vai a jogo” com os seguintes atletas: João Matos (Clube Kayak-Polo da Barra), José Ribeiro e João Gomes (Clube de Canoagem de Setúbal), Francisco Cruz, Henrique Marques e Pedro Abreu (Clube Fluvial de Coimbra) e João do Ó (Associação Náutica do Seixal). Alemanha e Irlanda são os países que os Sub-21 lusos vão defrontar na fase de grupos.

Questionado sobre os objetivos para o Campeonato da Europa de Kayak-Polo, o Selecionador Nacional, João Ribeiro, revela que “estão todos os selecionadores no mesmo patamar”. “Houve países que praticamente não pararam de treinar e outros que treinaram muito pouco devido à pandemia. Vai ser o ano mais atípico de todos e sujeito a muitas surpresas. É uma incógnita”, reforça.

“A Seleção Sénior está num grupo muito difícil, com a Itália, que luta sempre pelas medalhas e que, ainda por cima, joga em casa, a França e a Lituânia. Só passam dois países, mas vamos tentar ganhar dois jogos e passar para o grupo de cima”, garante o Selecionador Nacional.

Sobre a Seleção de Sub-21, João Ribeiro falou de “um grupo mais aberto”, mas que, ainda assim, “tem o campeão em título, a Alemanha, e a Irlanda, com quem empatámos (4-4) no último Europeu, em Coimbra, em 2019”. “É o único grupo só com três equipas e das três só passam duas. Por isso, perspetivo que o jogo com a Irlanda vai ser de tripla e de tudo ou nada”, sublinha.

 

Devido à pandemia de Covid-19, o tempo de preparação para o Campeonato da Europa de Kayak-Polo foi “escasso”. Contudo, garante João Ribeiro, “o grupo está focado e muito motivado”, sobretudo depois da realização de dois estágios de preparação em Coimbra.

 

“Por norma, costumamos fazer sete estágios por ano e participar numa prova internacional. Este ano, não foi possível devido à pandemia e às incertezas que esta gerou. O Mundial foi cancelado e não sabíamos o que ia acontecer ao Europeu. Tivemos de trabalhar sem programação”, resume o Selecionador Nacional, antes de revelar que a Equipa de Sub-21 parte já sábado (2 de outubro) rumo a Catania, enquanto a Equipa Sénior viaja segunda-feira (4 de outubro) para Itália.