A cidade de Amarante recebeu no passado fim de semana a última prova da época 2022, o Campeonato Nacional de Slalom, perante um rio Tâmega mais "bravo" que o habitual, mas com grandes alterações de caudal, que acabariam por prejudicar a organização do evento.

No sábado o dia foi destinado à prova de patrulhas e ainda à manga eliminatória de K1, C1, e C2 masculino, feminino e misto nos diferentes escalões.

Domingo o dia começou com a manga de semifinal, onde se apuraram todas as embarcações que atingiram o tempo de controlo regulamentar. As dificuldades do Tâmega foram duras para muitos atletas que não conseguiram já participar na semifinal, fase já pontuável para o campeonato.

Já perto da hora de almoço realizou-se a última manga da prova, já apenas com apenas cerca de 30 participantes.
Destaque para as categorias sénior masculinas, onde João Monteiro da Cunha (ABC) se sagrou campeão nacional em K1, seguido de Ivan Silva(ABC) e Lucas Jacob(DKCdeViana).
No C1, vitória para Frederico Alvarenga(AmarãoC) seguido de João Monteiro da Cunha (ABC) e João Sampaio(AMarãoC).

Nota ainda para a prova de patrulhas onde o Aventura Marão clube venceu em todos os escalões sénior.

No somatório de todos os pontos, o Águas Bravas Clube voltou a renovar o título nacional, com um total de 314 pontos, seguido pelo Aventura Marão Clube com 196 e da Associação Desportiva de Amarante com 182.